Maria do Carmo Ferreira (Carminha) natural de Cataguases, a princesinha da zona da mata mineira. Aos 14 anos se tornou poeta por excesso de amor. Morou em Belo Horizonte, São Paulo, radicou-se no Rio por mais de duas décadas e finalmente mudou-se para Niterói.

De 1969 a 1973 morou 2 anos na Europa e dois nos EE.UU, cursando mestrado em Literatura Comparada e lecionou língua e literatura brasileira no Colégio dos Graduados, Universidade de Illinois.

Hoje, aos 61, mestrada em Literatura Comparada, aposentada da Rádio Mec, onde serviu 30 anos como criadora, tradutora, redatora, produtora e coordenadora de programas litérários e lítero-musicais, como Técnica em Assuntos Culturais MEC/Demerg.

Inédita em livros, CAVE CARMEN será o primeiro.



Currículo

Maria do Carmo Ferreira


Travessia Literária, e Literatura.

Publicações Literárias: inédita, aos 62, em livro, tenho, contudo, a um passo do prelo:

CAVE CARMEN (40 anos de poesia): poemas reunidos desde a década de 60 até hoje, 2001)
Jogos Florais & Animais (poemas soltos, infantis)
A Flor que sofria de pensamento: uma estorinha só em versos (idem)
O Delfim que não sabia morrer (idem)
O Sacristão e a Miss (idem)

Colaboração em jornais, suplementos e revistas literárias:

Invenção (dos concretos paulistas e/ou -anos) nº 5, SP.
Ímã (da editora Sandra Medeiros) nº 5, RJ
Poesia Para Todos (do editor da "Galo Branco": Waldir Ribeiro do Val) nº 2, RJ.
Suplemento Literário do Minas Gerais (SLMG) no qual colaboro desde a década de 60, com cerca de 50 poemas, idem de traduções do inglês, francês, espanhol,alguma crônica e um estudo literário sobre Mário de Sá Carneiro, o amigo íntimo de Pessoa.
Memórias In'completas (ainda em processo de seleção e redação final).
Revista Dimensão, fundada e editada por Guido Bilharinho, Varginha, MG: Poemas e tradução.
Colaboração com poemas, crônicas, introdução aos meandros da Tradutologia etc, durante o ano de 1985, no jornal Correio do Sul, Varginha, MG: coluna Diversos Caminhos, do Zanoto).
ANE (boletim mensal/informativo-literário de Brasília, cuja sigla= Associação Nacional de Escritores, no qual já compareci com poemas e tradução de).
O Cataguases, jornal oficial da cidade mineira, localizada na zona da mata.
Pensaminto (com i mesmo): revista literária de Cataguases, MG.

Na Internet:

Blocosonline (Leila Míccolis)
Jornal de Poesia (Soares Feitosa)
Notívaga, o site da Magriça.
O Cisco Tonitruante (Maurício Limeira)
REBRA (Rede Brasileira de Escritoras, Joyce Cavalccante)
e outros de que não me recordo, sorry!

e-mail: cadmo2000@terra.com.br